top of page

ANSIEDADE: Causas, Como identificar, Tratamento



A ansiedade é uma reação que todo indivíduo experimenta diante de algumas situações, contudo alguns a vivenciam de forma mais intensa.

Quando os sintomas de ansiedade ultrapassam os limites e chegam a comprometer a saúde emocional, esta pode ser considerada patológica.

Mas saiba que é possível realizar tratamentos para reverter o quadro de ansiedade. Saiba que na Clinica Dr. Saúde Rio, no Centro de Itaguaí, temos Psicólogos, Psiquiatras dentre outros especialistas capacitados para te ajudar a cuidar da sua saúde. Dúvidas, Clique Aqui.

 

Quais são os tipos de transtornos de ansiedade?



Os tipos mais comuns de ansiedade e suas características são:

  • transtorno de ansiedade generalizada: preocupação excessiva e análise minuciosa de cada ponto ou situação;

  • transtorno obsessivo-compulsivo (TOC): pensamentos obsessivos e medos irracionais que levam a atitudes compulsivas;

  • fobia social (ou transtorno de ansiedade social): preocupação e medo com situações sociais comuns;

  • síndrome do pânico: crises intensas de medo e mal-estar generalizado

  • agorafobia: medo de situações e lugares que possam causar impotência, constrangimento ou aprisionamento.


O que causa ansiedade?


O que provoca a ansiedade em uma pessoa é um assunto que até hoje está em discussão. No entanto, há sim algumas razões que causam a ansiedade, como genética, ou ter de lidar com ocorrências dolorosas na vida, como a perda de um ente querido, ou término de relacionamentos etc.

Vamos conferir mais sobre esses principais fatores, que podem fazer aflorar a ansiedade na vida de alguém:

  • Fatores biológicos: as causas da ansiedade podem surgir através de alguma alteração no neurotransmissor e parte do cérebro que respondem pelos sentimentos, como o sistema límbico, por exemplo.

  • Fatores ambientais: os lugares onde se convive ou frequenta, e o modo de vida do mesmo, podem fazer aflorar a ansiedade.

  • Fatores psicológicos: a ansiedade pode ser gerada em uma pessoa devido a traumas passados, que ela tem medo que aconteça novamente.

Ainda, a ansiedade pode ser causada por doenças como:

  • Hipertireoidismo ou hipotireoidismo;

  • Asma;

  • Diabetes;

  • Câncer;

  • Doenças cardiovasculares;

  • Doenças psiquiátricas (depressão, bipolaridade, borderline etc.).

Também, alguns remédios e tipos de substâncias podem fazer aflorar a ansiedade são eles:

  • Anticoncepcionais;

  • Insulina;

  • Anfetamina;

  • Cafeína;

  • Álcool em excesso.


E nos tempos da era digital, não poderíamos deixar de mencionar que o uso excessivo de tecnologia, e as redes sociais além de causar ansiedade, podem gerar tristeza, frustração, entre tantos outros sentimentos que prejudicam nossa qualidade de vida emocional.


Até Que Ponto a Ansiedade É Normal?


A ansiedade trata-se de algo natural do nosso corpo, para nos preparar para essas situações adversas.

Mas, às vezes, pode virar um problema.

Vamos pensar assim: quando a pessoa tem um vestibular para fazer no dia seguinte, é natural que na noite anterior ela tenha dificuldade para dormir, ou que acorde algumas vezes ao longo da noite. A partir do momento em que isso começa a se repetir dia após dia e acaba interferindo, por exemplo, na qualidade produtiva ou acadêmica desse indivíduo ao longo do dia, isso se torna um problema, porque passa a afetar o cotidiano. E aí temos que abrir um sinal de alerta e fazer com que a pessoa procure ajuda.


Quando a ansiedade passa a ser patológica?



A ansiedade passa a ser patológica quando começa a prejudicar o dia a dia, causando transtornos físicos e emocionais e interferindo na qualidade de vida do indivíduo, que não consegue controlá-la.

Os sintomas podem começar desde criança e persistirem até a fase adulta, sendo os mais frequentes:

  • Tontura;

  • Tremores;

  • Inquietação;

  • Suor em excesso;

  • Falta de ar;

  • Tensões musculares;

  • Insônia;

  • Sensação de fraqueza ou cansaço;

  • Irritabilidade e mudanças de humor;

  • Problemas gastrointestinais;

  • Palpitações e desmaios.


Tipos Mais Comuns de Distúrbios de Ansidade

Os tipos mais comuns de distúrbios de ansiedade são:

  • Fobias específicas - medo excessivo de um objeto ou situação, que começa a atrapalhar a vida da pessoa, que tenta evitá-lo em qualquer circunstância. Alguns exemplos são: medo de voar, de altura, de animais, de tomar uma injeção ou ver sangue.

  • Transtorno obsessivo compulsivo - quando o indivíduo apresenta obsessões e compulsões, por sofrer de comportamentos que parecem absurdos ou ridículos para si mesmo e/ou para as pessoas à sua volta, mas servem de alívio para que a pessoa afaste pensamentos desagradáveis, que são incontroláveis.

  • Ataques de pânico - Quando há sentimento de medo por algo desconhecido e se tem crises de pânico por curtos períodos de tempo repetidas vezes.

  • Transtornos de estresse pós-traumático - acontece quando a pessoa vivencia um trauma, geralmente que ataca sua integridade física ou mental, e começa a reviver a situação em pensamentos, evitar situações que lembrem o fato e medo de que a situação se repita.

  • Ansiedade generalizada - quando há preocupação excessiva em várias situações, até mesmo cotidianas, e a pessoa está comumente tensa e irritada.

  • Fobia Social - quando a pessoa não consegue ficar exposta à avaliação dos outros, e tem medo de ser rejeitado ou humilhado pelo círculo social em que vive, sentindo desconforto em fazer atividades simples como comer, falar e escrever em público.


Como Controlar e Aliviar a Ansiedade


Veja algumas formas eficientes de controlar e aliviar a ansiedade:

  • Questione seus próprios pensamentos negativos: sempre que você se pegar pensando “eu nunca vou conseguir terminar essa tarefa”, tente desafiar seu cérebro perguntando se esse pensamento é válido ou útil. Você não precisa ser tão exigente consigo;

  • Pratique a atenção plena: evite pensar nas possibilidades do futuro e foque no seu momento presente. Realize atividades com calma, prestando atenção na sua respiração, nos seus sentidos e nas suas emoções;

  • Cuide da sua saúde: o combo alimentação saudável + prática regular de exercícios físicos + boas noites de sono são essenciais para o seu bem-estar.

  • Invista no autoconhecimento: para amenizar a ansiedade, vale entender sobre suas reações, assim como quais são os gatilhos que disparam a ansiedade, para poder evitá-los. O mesmo vale para estímulos relaxantes que podem te ajudar a se acalmar, como um hobby ou a companhia de quem você ama, por exemplo.

Como posso buscar Ajuda para tratar a Ansiedade?

E, reforçando, procure a ajuda de um profissional. As técnicas de tratamento variam de acordo com o tipo e nível de ansiedade de cada pessoa, por isso o acompanhamento médico é tão importante.

Se você percebeu alguma alteração na sua andiedade, Clique Aqui e agende sua consulta.

Na Clínica Dr. Saúde Rio, no Centro de Itaguaí, você encontra profissionais qualificados para te ajudar. Temos uma equipe com Psicólogos, Psiquiatra e Massoterapia! Além disso, contamos com mais de 20 especialidades médicas, além de cirurgia plástica, fisioterapia e muito mais, tudo para cuidar da sua SAÚDE!

Invista no seu maior patrimônio: sua SAÚDE!

 

☎️ Telefones: (21) 2688-4372 ou +55 21 98888-0469 (WhatsApp).

📍 Endereço: Rua Walter Barbosa Coelho,58 - Centro - Itaguaí/RJ (Clique aqui)



Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page