top of page

Classificação BI-RADS e NÓDULOS MAMÁRIOS: Conheça os diferentes tipos




O nódulo na mama é uma formação ou saliência com textura diferente de todo o tecido ao redor. Também chamado de “caroço no seio”, o nódulo pode ser um dos sinais do câncer de mama.

Em números estimados pelo INCA, 90% dos casos são descobertos a partir desta formação.

No entanto, o contrário não é verdadeiro. Ou seja, ainda que quase todo câncer de mama tenha um nódulo como manifestação, nem todo caroço no seio significa a presença de tumor maligno na região.

Quando se forma, ele pode ser indolor ou não e, em algumas situações, é acompanhado por alterações na pele.

Na Clinica Dr. Saúde Rio, no Centro de Itaguaí, temos profissionais capacitados para te ajudar a identificar cada nódulo e manter os exames de rotina em dia. Dúvidas, Clique Aqui.

 

Nódulo na mama é câncer?



Saiba que nem todo nódulo mamário é câncer de mama. O caroço no peito pode indicar a presença de um tumor, que pode ser benigno ou maligno.

Caso haja, por meio do exame de palpação, suspeita da presença de um nódulo, o ideal é procurar um médico, que deve solicitar a realização de exames de imagem para investigação do caso.

O que é BI-RADS?



Então, se o seu médico encontrou alguma anomalia em sua mamografia, provavelmente vai classificá-lo dentro das categorias BI-RADS, que significa Breast Imaging Reporting and Data System.

Esse é um padrão mundial que descreve e analisa as lesões nas mamas. O BIRADS categoriza as lesões, de acordo com diversas análises, em 6 categorias, variando de 0 a 6.

Essa numeração é baseada nos achados e em tudo o que foi descrito em um laudo de exame de mama (mamografia ou ultra de mamas).

A classificação conclui e determina qual o diagnóstico, apresentando uma sugestão de conduta de acordo com a categoria atribuída.


O que significa cada número do BI-RADS?


BI-RADS 1

A BI-RADS 1 é a categoria que designa os exames normais, sem alterações no tecido mamário.

Significa que não foram observados nódulos, lesões, cistos, microcalcificações, alterações na forma ou assimetria nas mamas.

Ao contrário do que pode ocorrer em BI-RADS 0, as imagens são nítidas em BI-RADS 1, permitindo afastar a suspeita de achados malignos.

Seguimento para BI-RADS 1

A conduta médica nesses casos se limita à indicação de acompanhamento ou rastreamento conforme a idade da paciente e se ela pertence ou não ao grupo de risco para câncer de mama.

D e acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), os fatores de risco para a doença são:

  • Casos de câncer de mama em familiares consanguíneos, principalmente em idade jovem;

  • Histórico de câncer de ovário;

  • Histórico de câncer de mama em homens;

  • Alteração genética, especialmente nos genes BRCA1 e BRCA2.

Nesses contextos, recomenda-se rastreamento por meio de mamografia anual, a partir dos 35 anos de idade.


BI-RADS 2

Na classificação BI-RADS 2 reúnem-se aqui os achados tipicamente benignos.

Ainda que não representem risco de malignidade, eles são relatados para acompanhamento de sua evolução e segurança das pacientes.

Um exemplo comum são alterações percebidas após a colocação de implantes de silicone.

Outros registros que recebem a classificação BI-RADS 2 são mencionados neste documento da Fiocruz:

  • Cistos simples;

  • Linfonodos intramamários;

  • Coleções líquidas pós-cirúrgicas;

  • Implantes mamários;

  • Cicatriz pós-cirúrgica estável;

  • Cistos complicados ou prováveis fibroadenomas sem modificações por pelo menos 2 ou 3 anos.

Seguimento para BI-RADS 2

Como o achado do BI-RADS 2 é benigno, a conduta médica inclui as mesmas medidas adotadas para BI-RADS 1.

É realizado um rastreamento com mamografias de rotina, uma vez ao ano.

Podem ser realizados outros exames com finalidade diagnóstica em qualquer momento, a critério do ginecologista ou mastologista.


BI-RADS 3

A categoria BI-RADS 3 se refere ao achado provavelmente benigno.

Essa probabilidade corresponde a 98% ou mais, deixando no máximo 2% de chances de que seja maligno.

É o caso de um nódulo sólido, oval e com margem circunscrita, que se pareça com um fibroadenoma e não cause incômodo para a paciente.

Ou de microcalcificações redondas, simétricas e bem delimitadas.

Seguimento para BI-RADS 3

Por haver chances pequenas de evolução para um tumor maligno, os exames avaliados como BI-RADS 3 necessitam de monitoramento frequente.

Assim, novos exames devem ser feitos a cada seis meses, por até dois ou três anos.

Se não houver mudanças nesse período, a lesão recebe nova classificação, sendo enquadrada em BI-RADS 2.

Então, a paciente retorna às mamografias de rotina.


BI-RADS 4

A classificação BI-RADS 4 reúne os achados suspeitos de malignidade, que possuem traços como irregularidade, densidade assimétrica e limites pouco definidos.

Em ultrassons realizados com Doppler, pode ser que a lesão ainda apresente hipervascularização – característica comum a tumores malignos.

Contudo, o enquadramento em BI-RADS 4 atende a um amplo espectro de achados, com risco de malignidade que varia de 2% a 95%.

Por isso, foram criadas três subdivisões que auxiliam na avaliação dos casos e da conduta mais adequada.

São as seguintes:

  • 4A: lesões com baixa suspeita de malignidade, representando entre 2% e 10% de risco de se tornarem câncer

  • 4B: suspeita moderada de câncer, que vai de 11 a 50%

  • 4C: risco elevado de malignidade, entre 51% e 95%.

Seguimento para BI-RADS 4

No caso de BI-RADS 4, mesmo para os achados com suspeita baixa de malignidade, a biópsia percutânea está indicada para coletar informações detalhadas sobre a lesão.

O procedimento é feito com uma agulha fina que, inserida no achado, extrai uma pequena parte para estudo em laboratório.

A biópsia é guiada por exame de imagem, a fim de aumentar sua precisão e diminuir o desconforto para a paciente.

Cerca de 70% dos resultados apontam achados benignos, já os demais são reclassificados como BI-RADS 6.

BI-RADS 5

A categoria BI-RADS 5 se enquadra quando as chances de uma lesão ser câncer superam os 95%.

Os achados altamente sugestivos de malignidade englobam microcalcificações ramificadas, nódulos densos e espiculados e estruturas hipervascularizadas.


Seguimento para BI-RADS 5

No caso de BI-RADS 5, por maior que seja a sensibilidade e acurácia do exame de imagem realizado, sempre é preciso fazer uma biópsia para verificar o material que forma a lesão.

Até porque existem chances, ainda que pequenas, de que seja um achado benigno.


BI-RADS 6

No caso de BI-RADS 6, estamos falando de casos de câncer de mama, confirmados através de biópsia.

A BI-RADS 6 serve para descrever o tratamento e avaliar a resposta do organismo a cada tipo de terapia, periodicamente.

Seguimento para BI-RADS 6

Na categoria BI-RADS 6, a partir da confirmação de tumor maligno, o médico verifica as características do achado para prescrever o tratamento.

A terapia pode incluir medicações, quimioterapia, radioterapia e/ou cirurgia.


O resultado é definitivo? A classificação BI-RADS pode mudar?


A classificação BI-RADS pode variar com o passar do tempo, de acordo com a melhora ou piora do quadro da paciente.

No caso de diagnóstico inicial de câncer de mama, indicado por BI-RADS 4 ou 5 (achados suspeitos ou altamente suspeitos), a classificação pode mudar após a conclusão do tratamento, em que os exames passam a apontar uma nova categoria, como BI-RADS 2 (achados benignos), por exemplo, confirmando a cura do tumor maligno.

O contrário também pode acontecer. Uma paciente que realizou os exames e recebeu a classificação inicial como BI-RADS 3 (achados provavelmente benignos) pode evoluir no quadro com o tempo, desenvolvendo o câncer, e a lesão passa a ser reclassificada nos exames como BI-RADS 4 ou 5.


Onde consigo agendar Consulta para tratamento de Nódulos na Mama em Itaguaí?

Na clínica Dr. Saúde Rio, no Centro de Itaguaí, você consegue agendar a consulta com nossos especialistas médicos e tirar todas as suas dúvidas.

Invista no seu maior patrimônio: sua SAÚDE!

 

Dúvidas? Clique aqui e marque agora mesmo os seus exames ou consultas na Clínica Dr. Saúde Rio no centro de ITAGUAÍ, com nossos especialistas. Temos diversas especialidades médicas, além de cirurgias plásticas e em geral, fisioterapia e psicoterapias.


☎️ Telefones: (21) 2688-4372 ou +55 21 98888-0469 (WhatsApp).

📍 Endereço: Rua Walter Barbosa Coelho,58 - Centro - Itaguaí/RJ (Clique aqui)

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page