top of page

FIMOSE: o que é, quais sintomas e como tratar?


A fimose é uma condição muito prevalente e pode ocorrer desde a infância até o envelhecimento. Chamamos de fimose a presença de estreitamento do prepúcio, a pele que cobre a glande (cabeça) do pênis. Esse estreitamento pode dificultar ou até impossibilitar a exposição da glande.

Quando presente desde o nascimento, definimos como fimose primária. Naqueles pacientes que apresentam fimose em outro momento da vida, classificamos como secundária.

Os sintomas mais frequentes são dificuldade de retrair a pele para realização da higiene local, inflamações recorrentes, dor e ferimento do prepúcio e da glande do pênis, principalmente após o ato sexual e a masturbação.

Em casos mais graves, o paciente pode apresentar dificuldade para urinar devido ao estreitamento completo da pele.

Não se esqueça que na Clínica Dr. Saúde Rio, no Centro de Itaguaí, nós te ajudamos a cuidar da sua saúde. Clique Aqui e saiba mais.

 

Como é feito o diagnóstico da fimose?



Ainda na infância, apenas um exame físico feito por um especialista diagnostica a fimose. Ele constata se, de fato, a cabeça do pênis não consegue ser exposta por conta da aderência à pele que a envolve.

A primeira verificação se dá ainda no bebê recém-nascido, mas é importante que o pediatra faça o acompanhamento nos primeiros cinco anos da criança.

Mais tarde, na adolescência ou na vida adulta, o próprio homem pode observar se existe dificuldade em expor a glande. Caso isso seja constatado, é necessário procurar um urologista para uma avaliação e indicação do tratamento mais adequado.


Quais são os tipos de fimose?

Dependendo da sua causa e características, a fimose pode ser classificada em:



Fimose fisiológica ou primária

A fimose fisiológica (primária) é o tipo mais frequente da fimose e, pode estar presente, desde o nascimento do bebê.

Se desenvolve através de uma aderência normal, entre as camadas internas do prepúcio e da glande. Devido a isso, a retração completa do prepúcio pode ser mais complicada.

Cabe ao médico uropediatra realizar o acompanhamento da criança, para saber se a pele está se retraindo normalmente ou não. Caso o uropediatra perceba que não, será necessário iniciar um tratamento desde cedo, para impedir que o menino tenha problemas no futuro.

Uma das opções de tratamento pode ser a cirurgia de fimose.


Fimose patológica ou secundária

A fimose patológica (secundária) pode acontecer em qualquer idade da vida do paciente, sendo resultado de um quadro de inflamação, traumatismo local ou infecção de repetição.

A cirurgia de fimose também pode ser uma opção de tratamento.


Tratamento da fimose



O tratamento com medicamento local (pomada) pode ser feito em crianças. Essas substâncias são aplicadas sobre o prepúcio, cuja finalidade é melhorar a elasticidade da pele, reduzir a inflamação e alargar o orifício do prepúcio, permitindo a fácil exposição da glande.




Os casos que não respondem ao tratamento clínico são operados.

Em casos de fimose secundária, o tratamento é principalmente cirúrgico. A cirurgia de fimose, chamada de postectomia, é realizada com anestesia local, com ou sem sedação.

Consiste na remoção de parte do prepúcio, incluindo a área onde existe o estreitamento e reconstrução da pele do pênis, agora mantendo a glande exposta.


Prevenção da fimose

Embora não seja possível prevenir a fimose fisiológica, já que ela ocorre naturalmente, é viável evitar a fimose secundária.

Uma das dicas de prevenção é fazer a higiene local para poupar casos de infecção ou inflamação no prepúcio. Elas podem causar o problema no futuro.

Clique Aqui e agende já a sua consulta com o nosso Dr. Urologista!


Complicações da fimose

A fimose é um problema que precisa ser tratado, estando associada a um risco 7 a 10 vezes maior de câncer de pênis, além de provocar uma série de outras complicações, se não tratada corretamente.


Possíveis complicações:

  • Maior risco de infecção urinária.

  • Dor durante as relações sexuais.

  • Maior propensão a ter doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

  • Risco de parafimose (quando o prepúcio se prende e não volta a cobrir a glande do pênis).

É importante ressaltar que a fimose não causa a impotência sexual. Ainda que possa apresentar incômodo durante as relações, ela não prejudica a ereção.


Quando procurar um médico?

Agora você entende melhor a fimose: o que é essa doença e algumas das possíveis causas e opções de tratamento.

Embora seja uma condição de graus e tipos variáveis, sempre é necessário consultar um médico especialista para garantir o melhor e mais seguro diagnóstico da doença. Assim, aumentam as chances de tratamentos menos invasivos e agressivos.

Clique Aqui e agende logo a sua Consulta com nosso Urologista Dr. Marcelo Pesanha. Além disso, contamos com mais de 20 especialidades médicas, além de cirurgia plástica, fisioterapia e muito mais, tudo para cuidar da sua SAÚDE!

Invista no seu maior patrimônio: sua SAÚDE!

 

☎️ Telefones: (21) 2688-4372 ou +55 21 98888-0469 (WhatsApp).

📍 Endereço: Rua Walter Barbosa Coelho,58 - Centro - Itaguaí/RJ (Clique aqui)

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page